Resultado de imagem para ASSEMBLEIA DE DEUS GIF

     G U A I R A  -  PARANÁ 


  

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
Gostaria de Assistir as nossas celebrações/ONLINE
SIM
NÃO
TALVEZ
Ver Resultados

Rating: 2.4/5 (972 votos)


ONLINE
2




Partilhe esta Página


MABU - WEB RÁDIO


PASTOR JOÃO JOARÊS - Presidente


 

Imagem relacionada


Ouvir com Windows Media 


Imagem relacionada  


     Em que Cremos!

Nosso Credo          


 


contador de visitas

Apoio - Cultural


  

Pesquise nas Escrituras
[ Ex.: graça | Ex.: Gn 1:1-10 ]

  


Resultado de imagem para widgets para sites gospel


Resultado de imagem para gif assembleia de Deus

 



Resultado de imagem para gif assembleia de Deus 


Resultado de imagem para gifs cristão


   Resultado de imagem para gif banner assembleia de deus


   


Resultado de imagem para gif a paz do senhor

 



Total de visitas: 229224
Por quem devemos Orar - Jejum Biblico
Por quem devemos Orar - Jejum Biblico

 
 
orar
 
 
 
" Por quem devemos orar"

Texto: Lucas 18.1-8

1  E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer,

2  Dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem.

3  Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário.

4  E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens,

5  Todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito.

6  E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz.

7  E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles?

8  Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?


Introdução: A oração não é um monólogo egoísta e sim um diálogo com Deus, em nome de Jesus, em prol de causas verdadeiramente importantes. Com certeza devemos orar por nós, porém não pode ser a causa principal de nossa oração. Vejamos o que diz a Palavra de Deus acerca do assunto, por quem devemos orar?

1. Pela prosperidade da igreja: 
“com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Ef 6.18)
“fazendo sempre, com alegria, súplicas por todos vós, em todas as minhas orações” (Fl 1.4).

2. Pelas autoridades: 
“em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito” (1 Tm 2.2).

3. Pelos nossos familiares: 
“E eis que uma mulher cananéia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada” (Mt 15.22).

4. Pelos doentes: 
“Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor” (Tg 5.14).

5. Pelos pastores: 
“ajudando-nos também vós, com as vossas orações a nosso favor, para que, por muitos, sejam dadas graças a nosso respeito, pelo benefício que nos foi concedido por meio de muitos” (2 Co 1.11)
“Porque estou certo de que isto mesmo, pela vossa súplica e pela provisão do Espírito de Jesus Cristo, me redundará em libertação” (Fl 1.19).
“e também por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra, para, com intrepidez, fazer conhecido o mistério do evangelho, 20pelo qual sou embaixador em cadeias, para que, em Cristo, eu seja ousado para falar, como me cumpre fazê-lo” (Ef 6.19, 20).

6. Por nossos inimigos: 
“Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. 44 Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; 45 para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. 46 Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? 47 E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo?” (Mt 5.43-47).

7. Por todos os homens: 
“Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens” (1 Tm 2.1).

Conclusão: Jesus nos instruiu a orar em todo tempo sem nunca desfalecer.

 
 
 
 
 
 
Adoração
 
 
 
 

 O Jejum Bíblico

 

1) Definição:

 

Jejum é a abstinência total ou parcial de alimentos sólidos ou líquidos por um período pré determinado ou não e com  propósitos específicos.

 

I) No Antigo Testamento,

 

 na lei de Moisés, os judeus tinham um único dia por ano de jejum instituído: o doDia da Expiação (Lv.16:29,31 e 23:27), que também ficou conhecido como "o dia do jejum" (Jr.36:6) e ao qual Paulo se referiu como "o jejum" (At.27:9).

 

II) Depois no período do exílio foram estabelecidos para cada anoquatro dias dejejum nacional:

a)  Pela queda de Jerusalém (Jr 52:6); 2)

b) Pela destruição do templo (2 Rs 25:8,9 e Jr 52:12); 3)

c) Pelo assassinato de Gedalias (2 Rs25:25; Jr 41:1,2); 4)

d) princípio do cerco (2 Rs 25:1; Jr 52:4 e Zc 8:19,20).

 

2) Diferentes Formas de Jejum:

 

I) Jejum PARCIAL. - Normalmente o jejum parcial é praticado em períodos maiores ou quando a pessoa não tem condições de se abster totalmente do alimento (por causa do trabalho, por exemplo).

Daniel 10:2,3."Naqueles dias, eu, Daniel, pranteei durante três semanas. Manjar desejável não comi, nem carne, nem vinho entraram em minha boca, nem me ungi com óleo algum, até que se passaram as três semanas." E embora tenha escolhido o que aparentemente seja a forma menos rigorosa de jejuar, dedicou-se à ela por três semanas. Em outras situações Daniel parece ter feito um jejum normal (Dn.9:3), o que mostra que praticava mais de uma forma de jejum. Ao fim deste período, um anjo do Senhor veio a ele e lhe trouxe uma revelação tremenda.

 

II) Jejum NORMAL. - É a abstinência de alimentos mas com ingestão de água. Foi a forma que nosso Senhor adotou ao jejuar no deserto. Mateus 4:2. "Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto, durante quarenta dias, sendo tentado pelo Diabo. Nada comeu naqueles dias, ao fim dos quais teve fome."

 

III) Jejum TOTAL – Exemplo no Velho e outro no Novo Testamento:

 

(Ester 4:16).: "Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci."

 

(Atos 9:9).Paulo, na sua conversão também usou esta forma de jejum, devido ao impacto da revelação que recebera: "Esteve três dias sem ver, durante os quais nada comeu, nem bebeu"

 

Não há qualquer outra menção de um jejum total maior do que estes (a não ser o de Moisés e Elias numa condição sobrenatural).  Veja Dt 9:9, Ex 34:28 e 1 Rs 19:8.

 

 3) O que vale é a Intenção:

 

I) O jejum deve ser acompanhado de santificação.

 

Isaías 58:3

'Por que jejuamos', dizem, 'e não o viste? Por que nos humilhamos, e não reparaste?' Contudo, no dia do seu jejum vocês fazem o que é do agrado de vocêsexploram os seus empregados
4:Seu jejum termina em discussão e rixa e em brigas de socos brutais. Vocês não podem jejuar como fazem hoje e esperar que a sua voz seja ouvida no alto. 
5:Será esse o jejum que escolhi, que apenas um dia o homem se humilhe, incline a cabeça como o junco e se deite sobre pano de saco e cinzas? É isso que vocês chamam jejum, um dia aceitável ao ­Senhor? 
6:"O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo?

Salmos 51:16 "Pois não te comprazes em sacrifícios; do contrário, eu tos daria; e não te agradas de holocaustos. Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus."

 

4) Vejamos alguns exemplos bíblicos de jejum:

 

Consagração - O voto do nazireado envolvia a abstinência/jejum de determinados tipos de alimentos (Nm.6:3,4);

 

Arrependimento de pecados - Samuel e o povo jejuando em Mispa, como sinal de arrependimento de seus pecados (I Sm.7:6, Ne.9:11);

 

Luto - Davi jejua em expressão de dor pela morte de Saul e Jônatas, e depois pela morte de Abner. (II Sm.1:12 e 3:35);

 

Aflições - Davi jejua em favor da criança que nascera de Bate-Seba, que estava doente, à morte (II Sm.12:16-23); Josafá apregoou um jejum em todo Judá quando estava sob o risco de ser vencido pelos moabitas e amonitas (II Cr.20:3);

 

Buscando Proteção - Esdras proclamou jejum junto ao rio Ava, pedindo a proteção e benção de Deus sobre sua viagem (Ed.8:21-23); Ester pede que seu povo jejue por ela, para proteção no seu encontro com o rei (Et.4:16);

Em situações de enfermidade - Davi jejuava e orava por outros que estavam enfermos (Sl.35:13);

 

Intercessão - Daniel orando por Jerusalém e seu povo - 21 dias (Dn.9:3, 10:2,3);

 

Preparação para a Batalha Espiritual - Jesus mencionou que determinadas castas só sairão por meio de oração e jejum, que trazem um maior revestimento de autoridade (Mt.17:21);

 

Estar com o Senhor - Ana não saía do templo, orando e jejuando freqüentemente (Lc.2:37);

 

Preparar-se para o Ministério - Jesus só começou seu ministério depois de ter sido cheio do Espírito Santo e se preparado em jejum (prolongado) no deserto (Lc.4:1,2);

 

Ministrar ao Senhor - Os líderes da igreja em Antioquia jejuando apenas para adorar ao Senhor (At.13:2);

 

Enviar ministérios - Na hora de impor as mãos e enviar ministérios comissionados (At.13:3);

 

Estabelecer presbíteros - Além de impor as mãos com jejum sobre os enviados, o faziam também sobre os que recebiam autoridade de governo na igreja local, o que revela que o jejum era um princípio praticado nas ordenações de ministros (At.14:23).

 

Nas Epístolas só encontramos menções de Paulo de ter jejuado (II Co.6:3-5; 11:23-27).

 

 5) A Duração do Jejum:

 

I) 1 dia - O jejum do Dia da Expiação. (Lv.16:29,31 e 23:27)

 

Você pode fazer jejum com duração de apenas algumas horas ou de até 1 dia inteiro.(lembre-se o que vale é a intenção).

 

a) Exemplos.:

 

1) Não tomando o café da manhã no horário habitual mas no mínimo 2 horas depois.

 

2) Abstendo-se do café da manhã e entregando o jejum no horário do almoço.

 

3) Você pode começar um jejum depois do almoço se você tem o habito de lanchar no período da tarde abstendo-se de fazê-lo e entregando o jejum no horário do jantar.(obs,:Todo jejum deve começar no mínimo 2 horas após a ultima refeição , pois já houve tempo suficiente para a digestão do mesmo.)

 

4) Quando fizer um jejum de até 1 dia , você pode fazer um jejum total abstendo se de comida e água,mas se achar que não consegue você pode começar fazendo um jejum normal abstendo se apenas de comida até adquir confiança para fazer um jejum total.

 

5) Quando for alimentar-se ao entregar o jejum, você deve comer menos que de costume e de preferência suco,frutas,verduras e legumes, pois está com o estõmago vazio por muito tempo e se sobrecarrega-lo poderá fazer mal, quanto maior o período do jejum maior deve ser o cuidado ao encerrá-lo.  

 

II) 3 dias - O jejum de Ester (Et.4:16) e o de Paulo (At.9:9);

 

a) Não se deve fazer jejum total(abstinência de comida e água) por mais de 1 dia pois é através da água que o organismo elimina as toxinas encontradas no sangue durante o período do jejum.Nosso organismo precisa de energia para sobreviver e essa energia é conseguida através dos alimentos que são ingeridos,quando ingerimos mais alimento do que o necessário nosso organismo usa o que precisa e o restante é armazenado em forma de gordura, quando nosso organismo passa por um período maior sem receber alimento, ele então recorre aos depósitos de gordura para conseguir a energia necessária, esse processo gera toxinas que são liberadas para o sangue e depois de filtradas são eliminadas pela urina.A água é o veículo pelo qual as toxinas são eliminadas e sem a mesma nosso sangue ficaria envenenado.

 

7 dias - Jejum por luto pela morte de Saul (I Sm.31:13);

14 dias - Jejum involuntário de Paulo e os que com ele estavam no navio (At.27:33)

21 dias - O jejum de Daniel em favor de Jerusalém (Dn.10:3);

40 dias - O jejum do Senhor Jesus no deserto (Lc.4:1,2);

Bíblia fala de Moisés (Ex.34:28) e Elias (I Re.19:8) jejuando períodos de quarenta dias. Porém vale ressaltar que estavam em condições especiais, sob o sobrenatural de Deus. Moisés nem sequer bebeu água nestes 40 dias, o que humanamente é impossível.

 

6) Podemos Falar que Estamos Jejuando?

 

Mateus 6:16-18

"Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os outros vejam que eles estão jejuando. Eu digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.

 

O significado deste texto é que não se deve demonstrar que está jejuando para exibir uma falsa santidade e receber a admiração das pessoas.

 

a) Para quem podemos falar que Estamos Jejuando?

 

Para pessoas do nosso convívio familiar ou amigos“se forem cristãos” quando houver necessidade,ex.:para a esposa não preparar a sua comida favorita bem no dia que você resolveu jejuar.

 

b) Para quem não podemos falar que Estamos Jejuando?

 

Para pessoas não cristãs que não entenderiam e podem se escandalizar.


7) Versículos sobre o jejum:

 

Mateus 17:21

Mas esta espécie só sai pela oração e pelo jejum".


Marcos 9:29

Ele respondeu: "Essa espécie só sai pela oração e pelo jejum".


Lucas 5:33

E eles lhe disseram: "Os discípulos de João jejuam e oram frequentemente, bem como os discípulos dos fariseus; mas os teus vivem comendo e bebendo".

Atos dos Apóstolos 27:9

Tínhamos perdido muito tempo, e agora a navegação se tornara perigosa, pois já havia passado o Jejum. Por isso Paulo os advertiu:


2 Coríntios 6:5

em açoites, prisões e tumultos; em trabalhos árduos, noites sem dormir e jejuns;


2 Coríntios 11:27

Trabalhei arduamente; muitas vezes fiquei sem dormir, passei fome e sede, e muitas vezes fiquei em jejum; suportei frio e nudez.


 Reis 21:9

Naquelas cartas ela escreveu: "Decretem um dia de jejum e ponham Nabote sentado num lugar de destaque entre o povo.


1 Reis 21:12

Decre­taram jejum e fizeram Nabote sentar-se num local destacado no meio do povo.


2 Crônicas 20:3

 Alarmado, Josafá decidiu con­sultar o Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá.


Esdras 8:21

Ali, junto ao canal de Aava, proclamei jejum para que nos humilhássemos diante do nosso Deus e lhe pedíssemos uma viagem segura para nós e nossos filhos, com todos os nossos bens.


Ester 4:3

Em cada província onde chegou o decreto com a ordem do rei, houve grande pranto entre os judeus, com jejum, choro e lamento. Muitos se deitavam em pano de saco e em cinza.


Ester 9:31

e confirmando que os dias de Purim deveriam ser comemorados nas datas determinadas, conforme o judeu Mardoqueu e a rainha Ester tinham decretado e estabelecido para si mesmos, para todos os judeus e para os seus descendentes, e acrescen­tou observações sobre tempos de jejum e de lamentação.


Salmos 35:13

Contudo, quando estavam doentes, usei vestes de lamento, humilhei-me com jejum e recolhi-me em oração.


Jonas 3:5-10

Os ninivitas creram em Deus. Proclamaram um jejum, e todos eles, do maior ao menor, vestiram-se de pano de saco. Quando as notícias chegaram ao rei de Nínive, ele se levantou do trono, tirou o manto real, vestiu-se de pano de saco e sentou-se sobre cinza. Então fez uma proclamação em Nínive: "Por decreto do rei e de seus nobres: Não é permitido a nenhum homem ou animal, bois ou ovelhas, provar coisa alguma; não comam nem bebam! Cubram-se de pano de saco, homens e animais. E todos clamem a Deus com todas as suas forças. Deixem os maus caminhos e a violência. Talvez Deus se arre­penda e abandone a sua ira, e não sejamos destruídos". Tendo em vista o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos, Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado.


Jeremias 36:6

Por isso, vá ao templo do Senhor no dia do jejum e leia ao povo as palavras do Senhor que eu ditei, as quais você escreveu. Você também as lerá a todo o povo de Judá que vem de suas cidades.


Jeremias 36:9

No nono mês do quinto ano do reinado de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá, foi proclamado um jejum perante o Senhor para todo o povo de Jerusalém e para todo o povo que vinha das cidades de Judá para Jerusalém.

 
Daniel 9:3

Por isso me voltei para o Senhor Deus com orações e súplicas, em jejum, em pano de saco e coberto de cinza.


Joel 1:14

Decretem um jejum santo; convoquem uma assembleia sagrada. Reúnam as autoridades e todos os habitantes do país no templo do Senhor, o seu Deus, e clamem ao Senhor.


Joel 2:12

"Agora, porém", declara o Senhor, "voltem-se para mim de todo o coração, com jejum, lamento e pranto."


Joel 2:15

Toquem a trombeta em Sião, decretem jejum santo, convoquem uma assembleia sagrada.

 
Jonas 3:5

Os ninivitas creram em Deus. Proclamaram um jejum, e todos eles, do maior ao menor, vestiram-se de pano de saco.


Copyright ©igrejaapostólicakoynonia

topo