Resultado de imagem para ASSEMBLEIA DE DEUS GIF

     G U A I R A  -  PARANÁ 


 


 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
Gostaria de Assistir as nossas celebrações/ONLINE
SIM
NÃO
TALVEZ
Ver Resultados

Rating: 2.4/5 (942 votos)


ONLINE
1




Partilhe esta Página


MABU - WEB RÁDIO


PASTOR JOÃO JOARÊS - Presidente


 

Imagem relacionada


Ouvir com Windows Media 


Imagem relacionada  


     Em que Cremos!

Nosso Credo          


 


contador de visitas

Apoio - Cultural


  

Pesquise nas Escrituras
[ Ex.: graça | Ex.: Gn 1:1-10 ]

  


Resultado de imagem para widgets para sites gospel


Resultado de imagem para gif assembleia de Deus

 



Resultado de imagem para gif assembleia de Deus 


Resultado de imagem para gifs cristão


   Resultado de imagem para gif banner assembleia de deus


   


Resultado de imagem para gif a paz do senhor

 



Total de visitas: 221365
Pastor Presidente
Pastor Presidente

Posse do Pastor Presidente

 

 Pr João Joarês e Pr Manoel Caetano e Irª Elza Lucia e João Vitor


 Posse em 21 de Setembro de 2010

O campo ministerial da Assembleia de Deus em Guaíra recebe seu novo presidente. Pastor João Joarez Rodrigues de Melo, então pastor-presidente da AD Rio Negro foi empossado presidente da AD Guaíra no dia 21 de setembro com a recepção do ministério local e sua membresia. Pr Ival Teodoro da Silva, presidente da CIEADEP e AD S. J. dos Pinhais  ministrou a Palavra de Deus e representou toda a mesa diretora. A direção do culto ficou a cargo do Pr Perci Fontoura, presidente da AD Umuarama e coordenador da 9ª Região eclesiástica da CIEADEP da qual Guaíra é integrante.

A reunião de assembléia administrativa foi registrada com salvação de almas. Após mensagem ministrada pelo Pr Ival Teodoro sobre “As características da igreja”, duas pessoas aceitaram a Jesus Cristo o que alegra o coração de Deus e a todos os seus servos na igreja.

Presidente interino

A igreja de Guaíra foi liderada interinamente pelo Pr Galaomilyd Silveira Barreto, atual vice-presidente no período de final de agosto até a data de posse do novo presidente. Durante seu mandato deliberou conforme prevê o estatuto da igreja e conduziu o processo de transição pastoral, juntamente com o ministério da igreja a contento de sua membresia e convenção das igrejas Assembleias de Deus no Paraná. Anteriormente o Pr Valter Ignácio, então presidente da igreja convocou o ministério local para reunião extraordinária e conforme palavras do responsável jurídico da igreja, Cassios Vilande, Pr Valter comunicou sua decisão pessoal de deixar a direção da igreja na cidade.

Ato cerimonial de posse

Após leitura do edital de convocação à igreja feita pelo presidente em exercício, Pr Barreto, a cerimônia de posse do novo presidente da igreja foi conduzida pelo Pr Manoel Caetano da Costa, coord. da comissão de transferência da convenção, coord. da 1ª Região eclesiástica da CIEADEP e presidente da igreja AD Campo Largo. Em suas palavras enfatizou: “Quem dá pastor a igreja é Deus”.

O Pr João Joarez, Irª Elza Lucia (esposa) e João Vítor (filho) receberam aplausos na aclamação pela igreja em sinal de bem vindos para a condução da obra do Senhor Jesus Cristo em Guaíra. A Irª Alaide, esposa do Pr Barreto, passou as mãos da Irª Elza Lucia um lindo buque de rosas em gesto de receptividade de todo o ministério feminino da igreja e desejando sucesso neste novo desafio ao lado do Pr João Joarez.

Autoridades eclesiásticas presente

Pr Ival Teodoro da Silva, presidente da CIEADEP e a esposa Irª Aparecida Alves da Silva, Coordenadora Geral da UEMADEPAR; Pr Manoel Caetano da Costa, presidente da AD Campo Largo, coord. da comissão de transferência e coord. da 1ª Região eclesiástica e a esposa Joana Silva da Costa. Pr Walsio Batista de Oliveira, presidente da AD Agudos do Sul; Pr Sudeslande Farago de Andrade, presidente da AD Araucária e coord da 3ª Região eclesiástica; Pr Antonio Carlos, vice-presidente da AD Ponta Grossa; Pr Vicente Paulo Mariano, presidente da AD Altônia; Pr Antonio Ferreira, presidente da AD Cruzeiro do Oeste. Acompanhando seus presidentes estiveram diversos obreiros e outros representando pastores, que por motivos de compromissos firmados anteriormente não puderam estar presentes.

 Agradecimentos

Membresia da igreja – Agradecimentos ao pastor Galaomilyd Silveira Barreto e a esposa Irª Alaide Barreto pela condução da igreja interinamente bem como ao ministério local por somar junto ao pastor Barreto na transição pastoral da igreja.

Ministério local – Agradecimentos a membresia da igreja por acatar a apresentação do novo pastor-presidente feita pela diretoria da convenção e ministério local.

Diretoria da Convenção – Agradecimentos da igreja em Guaíra pelo apoio da convenção liderada pelo Pr Ival Teodoro da Silva e a todos os escalões responsáveis pela condução da mesma.

Presidente da convenção – Pastor Ival Teodoro da Silva agradece a igreja em Guaíra (ministério e membresia) pelo modo sábio e respeitoso que foi o processo de transição pastoral. Agradece também ao Pr M. Douglas Scheffel Jr., coordenador do IBADEP pela recepção oferecida aos convidados.



SEJA BEM-VINDO

 Pastor Presidente João Joarês Rodrigues Mello

 

Palavra do Pastor Presidente

O nosso site tem como maior objetivo, apresentar a Igreja, tornando-a mais conhecida e assim fazer com que mais vidas venham a conhecer o Evangelho do Senhor Jesus Cristo.

Nossa Proposta é ser uma Igreja amiga, alegre e simpática a todos os internautas e à toda comunidade.

É um enorme prazer a sua visita, fique à vontade para navegar em nosso site, bem como também o convido para assistir um culto em nossa Igreja.

Pr. João Joares Rodrigues de Melo

  

 

        

IGREJA EVANGELICA  ASSEMBLEIA DE DEUS - GUAIRA - PARANÁ

Rua  -  Acácio Nunes,  nº 883 -  Cep 85980-000 - Fone - (44)-3642-2282

E-mail:

 

1.1 NOSSA MISSÃO

Existimos para Glorificar a Deus;

Proclamar as Sagradas Escrituras;

Viver a comunhão da família de Deus;

Educar e discipular outros para em sua totalidade amarem a Deus.

1.2 NOSSA VISÃO

Capacitar os membros para serem proclamadores das Boas Novas; alcançando suas famílias, amigos, visinhos, Guaíra e o mundo;

Pregar fielmente a Palavra de Deus; ensinando e estimulando a Igreja a viver em santidade, mutualidade e comunhão;

Levar os novos convertidos a descobrirem seus dons, fazer deles novos líderes e capacitá-los para trazerem novos convertidos para o corpo de Cristo (ganhar, treinar e enviar).

1.3 NOSSOS VALORES

Deus Pai, Filho e Espírito Santo;

Pregação e ensino das Sagradas Escrituras, a Bíblia;

Soberania de Deus;

Culto bíblico e teocêntrico;

A família;

Amor ao próximo e mutualidade;

Confissão de fé. 

1.4 NOSSO LEMA

      *Se Deus é por nós, quem será contra nós? Ninguém!

1.5 CREMOS

Cremos que a Bíblia (Novo e Velho Testamento) é: a Palavra de Deus, inspirada por Ele, autoridade divina e regra de fé e prática para os cristãos. Por isso buscamos vive-la, ensiná-la e aplicá-la em todas as áreas da nossa vida.

Cremos que:

Deus é soberano, Ele é absoluto e domina todas as coisas;

Somente Jesus Cristo é o nosso único mediador;

Somente as Sagradas Escrituras é a única regra de fé e prática;

Somente a Graça de Deus é a única causa da nossa Salvação;

Somente a fé em Cristo Jesus é o único meio de obter a salvação;

Somente a Deus devemos prestar culto e adorá-lo.

1.6 SOMOS ASSEMBLEIANOS

A Igreja Evangelica Assembleia de Deus - Guaíra, é filiada a CIEADEP -Convenção das Igrejas Evangelicas Assembleia de Deus no Estado do Paraná, e tem como finalidade: prestar culto a Deus, pregar o evangelho, batizar os membros confessos e seus filhos, instruir os fieis a serem praticantes das Sagradas Escrituras e promover um ambiente fraterno.

A Igreja chama-se Assembleia de Deus porque é a reunião de Deus com seus fieis, conforme o modelo do Novo Testamento (Atos 2). Os assembleianos são governados por um Pastor presidente, e por uma diretoria com seus conselhos, essa é eleita diretoria por assembleia geral, por todos os membros em plena comunhão assembléia (ordinária ou extraordinária.)

As Assembléias de Deus no Brasil surgiram no início do século XX, apesar da presença de imigrantes alemães e suíços de origem protestante e do valoroso trabalho de missionários de igrejas evangélicas tradicionais, nosso país era ainda quase que totalmente católico.

A origem das Assembléias de Deus no Brasil está no fogo do reavivamento que varreu o mundo por volta de 1900, início do século 20, especialmente na América do Norte.

Os participantes desse reavivamento foram cheios do Espírito Santo da mesma forma que os discípulos e os seguidores de Jesus durante a Festa Judaica do Pentecostes, no início da Igreja Primitiva (Atos cap. 2). Assim, eles foram chamados de “pentecostais”.

Exatamente como os crentes que estavam no Cenáculo, os precursores do reavivamento do século 20 falaram em outras línguas que não as suas originais quando receberam o batismo no Espírito Santo. Outras manifestações sobrenaturais tais como profecia, interpretação de línguas, conversões e curas também aconteceram (Atos cap. 2).

Quando Daniel Berg e Gunnar Vingren chegaram a Belém do Pará, em 19 de novembro de 1910, ninguém poderia imaginar que aqueles dois jovens suecos estavam para iniciar um movimento que alteraria profundamente o perfil religioso e até social do Brasil por meio da pregação de Jesus Cristo como o único e suficiente Salvador da Humanidade e a atualidade do Batismo no Espírito Santo e dos dons espirituais.

As igrejas existentes na época – Batista de Belém do Pará, Presbiteriana, Anglicana e Metodista, ficaram bastante incomodado com a nova doutrina dos missionários, principalmente por causa de alguns irmãos que se mostravam abertos ao ensino pentecostal. A irmã Celina de Albuquerque, na madrugada do dia 18 de junho de 1911 foi a primeira crente a receber o batismo no Espírito Santo, o que não demorou a ocorrer também com outros irmãos.

O clima ficou tenso naquela comunidade, pois um número cada vez maior de membros curiosos visitava a residência de Berg e Vingren, onde realizavam reuniões de oração. Resultado: eles e mais dezenove irmãos acabaram sendo desligado da Igreja Batista. Convictos e resolvidos a se organizar, fundaram a Missão de Fé Apostólica em 18 de junho de 1911, que mais tarde, em 1918, ficou conhecida como Assembléia de Deus.

Em poucas décadas, a Assembléia de Deus, a partir de Belém do Pará, onde nasceu, começou a penetrar em todas as vilas e cidades até alcançar os grandes centros urbanos como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Em virtude de seu fenomenal crescimento, os pentecostais começaram a fazer diferença no cenário religioso brasileiro. De repente, o clero católico despertou para uma possibilidade jamais imaginada: o Brasil poderia vir a tornar-se, no futuro, uma nação protestante.

Fonte: Convenção Geral das das Assembléias de Deus

 1.7 DOCUMENTOS DOUTRINÁRIOS 

*   A Bíblia Sagrada, como única regra infalível de fé e prática

*   Harpa Cristã

*   Revista da Escola Dominical

*   Jornal o Mensageiro da Paz

1.8 DOCUMENTOS CIVIS

*   Estatuto Social e Regimento Interno.


                                                     FAÇA-NOS UMA VISITA

 

 



Aos crentes que não gostam de hierarquia nas igrejas


Aumenta a cada dia o número de crentes que não se sujeitam aos líderes e pensam que estão certos. Não respeitam pastores, verberam contra a liderança e afirmam que só devem obediência a Deus. “Igreja não é quartel general”, argumentam. E, generalizando, chamam qualquer liderança firme, segura, de coronelista.
 
Entretanto, vemos na Bíblia que o próprio Deus prioriza e hierarquiza. Ele — que podia ter formado todas as coisas com uma única palavra — fez questão de formar tudo a seu tempo, dia a dia (Gn 1). O Senhor também pôs em ordem as tribos de Israel (Nm 2), pois o nosso Deus é um Deus de ordem (1 Co 14.40).
 
De acordo com 1 Coríntios 12.28, há uma hierarquização dos dons e ministérios — estabelecida por Deus, é evidente. Ela existe, não para que um portador de certo dom e ministério se considere superior aos outros, e sim para que haja ordem na casa do Senhor.
 
Deus pôs na igreja “primeiramente apóstolos” (1 Co 12.28; Ef 4.11). Existem apóstolos hoje? Sim! Mas é claro que há também pseudo-apóstolos, que propagam muitas “apostolices”. Quem são os apóstolos do Senhor, então? São homens de Deus, enviados por Ele, com grande autoridade, e não autoritarismo. Eles formam a liderança maior da igreja, independentemente dos títulos empregados pelas denominações (pastores-presidentes, bispos, reverendos, pastores, presbíteros, etc.).
 
É importante não confundir títulos com ministérios e dons. Estes vêm do Espírito Santo, enquanto os títulos são recebidos dos homens. Na Assembleia de Deus, por exemplo, não existe o título de apóstolo. Mas isso não significa que não exista o ministério apostólico. Este, segundo a Bíblia, perdurará “até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo” (Ef 4.13).
 
O texto de 1 Coríntios 12.28 afirma, ainda, que Deus pôs na igreja “em segundo lugar, profetas”, mencionados — na mesma posição, depois dos apóstolos — em Efésios 4.11. Não confunda esses profetas com os crentes que falam em profecia nos cultos, também chamados de profetas em 1 Coríntios 14.29. O ministério profético neotestamentário é formado por pregadores (pregadores, mesmo!) da Palavra de Deus, portadores de mensagens proféticas.
 
Em seguida, a Palavra do Senhor, em 1 Coríntios 12.28, assevera: “em terceiro, doutores”. Veja como essa hierarquização ocorria na igreja de Antioquia da Síria: “havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé, e Simeão, chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo” (At 13.1). Nesse caso, os doutores, que atuam juntamente com os profetas, são ensinadores da Palavra de Deus.
 
Há casos, como o de Paulo, em que três ou dois dos ministérios mencionados (apóstolo, profeta e doutor) se intercambiam (1 Tm 2.7). Os ministérios de pastor e evangelista certamente fazem parte dos três escalões mencionados em 1 Coríntios 12.28, posto que são títulos relacionados com a liderança maior da igreja.
 
Finalmente, em 1 Coríntios 12.28, está escrito: “depois, milagres, depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas”. Milagres só vêm depois de apóstolos, profetas e doutores? Isso mesmo. Na hierarquização feita por Deus, o ministério da Palavra é mais prioritário que os milagres, haja vista serem estes o efeito da pregação do Evangelho (Mc 16.17). Observe que João Batista foi considerado por Jesus o maior profeta dentre os nascidos de mulher, mesmo sem ter realizado sinal algum (Jo 10.41).
 
Se não houver hierarquia nas igrejas, para que servirão os cargos e funções? Qualquer pessoa, dizendo-se usada por Deus, poderá mandar no pastor. Aliás, isso estava acontecendo na igreja de Tiatira, e o próprio Senhor Jesus repreendeu o obreiro frouxo que não estava exercendo a liderança que recebera do Senhor (Ap 2.20).
 
Deus é Deus de ordem! O princípio divino da hierarquização aparece em várias outras passagens neotestamentárias. Em 1 Coríntios 14.26, vemos que, no culto coletivo a Deus, deve haver ordem. Quanto à ressurreição, está escrito: “Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda” (1 Co 15.23). E, no Arrebatamento, tal princípio também será aplicado: “os que morreram em Cristo ressuscitarãoprimeirodepois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens” (1 Ts 4.17).
 
Em 1 Tessalonicenses 5.23, vemos que Deus prioriza o espírito, na santificação. Muitos pregadores têm dito: “Deus nos quer por inteiro: corpo, alma e espírito”. Mas a Bíblia afirma: “e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”. Essa ordem mostra que a obra santificadora do Espírito Santo ocorre de dentro para fora, e não de fora para dentro.
 
O apóstolo Paulo também parabenizou os crentes da cidade de Colossos porque naquela igreja havia ordem (Cl 2.5). E ordem também significa respeitar a hierarquia! Afinal, os ministérios não são invenção humana. Eles foram dados por Deus para edificação do Corpo de Cristo (Ef 4.11-15).
 
Amém?
 
Ciro Sanches Zibordi

 

topo